Qual a relação entre o veganismo e a Odontologia

O estilo de vida vegano vem ganhando cada vez mais as pessoas. Estas estão preocupadas com os animais e meio ambiente, deixando de consumir qualquer produto de origem animal. Carnes, ovos, leite e derivados são banidos. Mas e da boca para dentro? Será que as restrições afetam a saúde bucal? Confira aqui qual a relação entre o veganismo e a Odontologia.

Ainda que a alimentação a base de vegetais traga muitos benefícios para a saúde, é comum que surjam dúvidas sobre onde o vegano conseguirá todas as vitaminas que o corpo humano necessita. Em relação aos nutrientes necessários para os dentes e gengiva, o questionamento não seria diferente.

Apesar de, até então, nenhuma pesquisa ter associado problemas bucais ao ato em si de não mastigar certos alimentos, os cuidados devem ser, justamente, para garantir a ingestão de todas as substâncias essenciais. A falta de vitaminas A, D e K2 são um dos fatores que aumentam a chance da aparição de cáries. Nutrientes esses que podem faltar na dieta vegana, uma vez que são encontradas, em sua maioria, na gordura animal.

Deste modo, é importante indicar a ingestão de alimentos que possam dar conta do recado, como:

  • Amêndoas: uma das melhores fontes de cálcio, e é importantíssima para a saúde dos dentes;
  • Folhas verdes escuras: essas são ótimas fontes vegetais de vitamina K, valendo couve, brócolis e espinafre;
  • Beta-caroteno: a vitamina A, retinol, é encontrada apenas em alimentos de origem animal. Porém, o beta-caroteno é encontrado em alimentos vegetais, pode ser convertido em retinol pelo corpo. Assim, a ingestão de cenoura, abóbora, batata-doce, espinafre, pimentão, manga e agrião são indicadíssimas;
  • Sol: a melhor fonte de vitamina D é a luz solar, beneficiando dentes e ossos.
Para além da alimentação, o veganismo também requer cuidado com produtos odontológicos

De acordo com uma pesquisa realizada pelo IBOPE em 2018, 16% da população brasileira se declara vegana ou vegetariana. Veganos são aqueles que não ingerem nenhum alimento ou utilizam produtos de origem animal. Já vegetarianos têm hábitos restritos apenas na alimentação.

Dessa forma, de olho no público vegano, o mercado já começou a produzir produtos odontológicos que atendam tais exigências. Mostrando, aqui, mais uma relação entre o veganismo e a Odontologia. Cremes dentais e enxaguantes bucais sem testes em animais, escovas com cerdas de bambu, entre outros, vêm se popularizando. Uma vez que esses produtos evitam ao máximo a presença de substâncias químicas, a aparição de alergias, inflamações e doenças autoimunes são amenizadas.

Outra opção que vem crescendo quando se fala em produtos veganos é a produção caseira. Nestes casos, é importante que esteja atento as substâncias colocadas na fabricação. Como por exemplo, as pastas de dentes. Dependendo dos produtos usados, o creme pode acabar não tendo a efetividade necessária.

No entanto, os cuidados gerais seguem sendo os mesmos, tanto para onívoros quanto para vegetarianos, vegetarianos estritos e veganos. A escovação, o uso do fio dental e as consultas periódicas continuam sendo necessárias. Mas é importante destacar para cada paciente as precauções específicas que seus hábitos carecem.

Assim, vale ressaltar que respeitar a opção dos pacientes é primordial. Como o número de veganos vem aumentando cada vez mais pelo país, é provável que alguns de seus pacientes também tenham feito essa escolha. Por isso, na hora das compras para o consultório, pense em adotar algumas opções cruelty free, procurando deixar seus pacientes mais confortáveis e agradecidos.

Agora que você entendeu qual a relação entre o veganismo e a Odontologia, mostre-se disposto a entender e melhor atender as escolhas de quem lhe procura. Com certeza isso fará com que seu serviço seja mais prestigiado e melhor visto!

 

Compartilhar

You May Also Like

About the Author: Ismael Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *