Para fidelizar um consumidor é necessário encantá-lo

Primeiro o vapor das máquinas e depois a eletricidade que impulsionou a produção em massa das indústrias. Agora vivenciamos a 4ª Revolução Industrial, resultado do avanço exponencial das tecnologias, e que alinhadas com ideais contemporâneos misturam o digital e real de forma indissociável. Por isso, quem trabalha nos empreendimentos de bens de consumo rápido, por exemplo, está ciente de que diariamente novos produtos e serviços surgem de seus concorrentes. Neste momento, a inovação deve ser a chave para uma competição acirrada e constante, e a ação de teste de produto pode ajudar nisto.

Cada vez mais o consumidor recebe dos meios um grande fluxo de informações, e ter sua atenção é um grande desafio para as empresas. Mas lembre-se: a inovação corre em suas veias ou você nem estaria atuando em um mercado de expansões, como é o caso da Odontologia no Brasil, que abriga o maior número de profissionais ativos no mundo, segundo os últimos dados do Conselho Federal de Odontologia (CFO). Assim, é importante entender que sua marca precisa de uma boa gestão para garantir a consolidação na área e propósitos defendidos.

Contudo, muitos empreendedores ainda erram ao pensar que apenas as multinacionais geram o reconhecimento de nome. Na verdade, até uma microempresa consegue o feito quando alinha os processos internos, colocando a marca positivamente na mente dos clientes. Neste sentido, o Marketing de Experiência é uma tática que trabalha ações para os consumidores por meio de interações e vivências em compras. Ou seja, utilizamos a emoção deles para conquistar, engajar e fidelizá-los. O que você vende? De qualquer forma, é hora de ir além das obviedades e entregar uma ideia!

Não é difícil desagradar um cliente. O cenário que apresentamos lá no início tornou os consumidores mais exigentes, pois não querem apenas adquirir a oferta. Portanto, você precisa ganhá-los, uma vez que não adianta comunicar a entrega X e enviar Y. Diante disso, considere que eles necessitem de uma motivação especial, algo que incentive a ação de compra por meio de experiências marcantes. Testes gratuitos com período limitado e sem burocracias são bons exemplos, especialmente para serviços tecnológicos. Como é o caso de um software odontológico que não solicita cartão de crédito para usufruir dos recursos durante 14 dias sem compromisso.

Propostas como essa evitam o desperdício de dinheiro e recursos. Afinal, entrar em contato com pacientes durante um expediente para recordá-los que precisam ir ao dentista semestralmente não é simples. Mas eles precisam de um cuidado como esse. Segundo uma pesquisa da Center for Word University Rankings em 2015, cerca de 55,6% dos brasileiros não vão ao consultório durante um ano. Desta forma, experimentar um serviço automatizado e moderno é um ponto crucial do trabalho inovador, mesmo que testes não garantam sucesso. O momento da transformação de sua marca acontecerá quando você possuir pistas sobre o que os pacientes pensam de seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *