Dentista empreendedor: dicas para se tornar um na prática

Dentista empreendedor: dicas para se tornar um na prática

Com o fim da faculdade, boa parte dos estudantes de Odontologia vão atrás do sonho de ter o próprio consultório. Além de pesquisas e estudos sobre o mercado, é necessário um perfil de dentista empreendedor.  

O consultório precisa de uma estrutura bem projetada, equipamentos e itens para o conforto e segurança do paciente, além da execução de tarefas administrativas e de apoio à equipe. A gestão do consultório odontológico também está diretamente relacionada ao atendimento e satisfação do paciente.

Por isso, o dentista empreendedor deve ter uma visão holística e características como liderança, responsabilidade, dedicação e curiosidade. 

Confira no texto de hoje do blog do Codental dicas para se tornar um dentista empreendedor de sucesso.

Atual cenário do empreendedorismo no Brasil  

A palavra empreendedorismo entrou de vez no vocabulário dos brasileiros nos últimos anos, tornando-se um sentimento de massa.

Segundo dados do Ministério da Economia, o Brasil encerrou o ano de 2020 com 19.907.733 empresas ativas. No período, foram abertas 3.359.750 empresas, um recorde histórico.

No entanto, a sobrevivência é complicada. De acordo com levantamento divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cerca de 75 mil estabelecimentos comerciais com vínculos empregatícios fecharam as portas no Brasil em 2020. As micro e pequenas empresas responderam por 98,8% dos pontos comerciais fechados.

O desafio para o dentista empreendedor no Brasil é ainda maior, uma vez que estamos no território com o maior número de dentistas do mundo, conforme o Conselho Federal de Odontologia (CFO). O órgão estimou que a média brasileira é de 634 habitantes por dentista.

Em contrapartida, a prática odontológica continua em alta, principalmente em um período que o cuidado com a saúde é considerado de máxima importância. 

Dessa forma, os pacientes estão mais dispostos a garantir que a saúde bucal esteja em dia. Por isso, uma das principais características do dentista empreendedor é enxergar as oportunidades mesmo em períodos de crise. 

Dentista empreendedor: 3 dicas para se tornar um

Abra os braços para as oportunidades

Não faltam oportunidades para os dentistas de alma empreendedora, o desafio é identificá-las nos diversos ramos e possibilidades da área. 

Por exemplo, hoje a Odontologia Estética está em alta, pois os pacientes já compreenderam que um sorriso bem cuidado vai além de aparências e também abre portas.

Dessa forma, tratamentos com facetas e lentes de contato, aparelhos invisíveis e aplicação de botox estão fazendo sucesso. Outra possibilidade são as novas tecnologias e técnicas que favorecem um serviço único e de qualidade, como implantes e anestesia computadorizada. 

Além disso, as franquias também têm ganhado destaque entre empreendedores de vários setores da economia, e na Odontologia não é diferente. Isto porque é uma opção extremamente interessante para aqueles que possuem pouco conhecimento gerencial, operacional ou investimento limitado. 

Assim, destacamos a garantia de suporte com a equipe da marca, padronização na qualidade do atendimento, excelência e apoio para metas como os seus principais benefícios.

Vá além da Odontologia 

A princípio, a vontade de fazer o seu negócio alcançar o sucesso tem uma grande porcentagem na motivação do dentista empreendedor, no entanto, há outros elementos que formam o dentista empreendedor.

A responsabilidade com os deveres e compromissos é o primeiro passo. Infelizmente, existem profissionais desonestos e despreocupados com a rotina de trabalho. Ao contrário do que muitos pensam, empreendedores cumprem agendas

Ao mesmo tempo, vale ressaltar a dedicação naquilo que é proposto porque, como mencionamos anteriormente: desafios não faltam para estas pessoas e elas precisam estar preparadas.

Além disso, ter a liderança para oferecer apoio para que os colegas de trabalho e colaboradores se desenvolvam e juntos contribuam para a evolução da clínica ou consultório. 

Tudo isso atrelado à curiosidade para procurar novas técnicas, tecnologias – lembra o que abordamos no início? – e equipamentos que humanizam o atendimento. Afinal, é comum que os pacientes busquem profissionais capacitados e agradáveis. Este processo define uma característica bastante ímpar, a empatia.

Leia também : 5 passos para tornar a experiência do paciente mais agradável

Conte com apoio 

Assim como um bom líder, o dentista empreendedor precisa de ajuda para conseguir fazer as coisas acontecerem.

Por isso, escute atentamente a opinião de pacientes e conte com o apoio da sua equipe para implantar novidades e melhorias que vão garantir a qualidade e satisfação de todos os envolvidos.

Além disso, o uso de um software odontológico permite que o dentista, a secretária e toda a equipe façam uma boa gestão de seu consultório de uma maneira rápida e dinâmica.

A partir deles é possível automatizar processos, gerir a sua agenda de consultas e exames, fazer o controle financeiro e ainda manter uma relação próxima com o seu paciente.

Conheça o Codental e conte com o apoio de um software odontológico criado para facilitar a sua vida! Agende sua conversa com a gente ou comece o seu teste grátis por 7 dias! 

Compartilhar

2 replies to Dentista empreendedor: dicas para se tornar um na prática

  1. Pingback:

  2. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *