Como ser dentista fora do Brasil

Muitos dentistas formados ou que estão em fase final da Graduação ficam com dúvidas na hora de trilhar seu caminho. Há profissionais que preferem iniciar uma vida de concurseiro. Outros pensam em abrir um consultório logo após a faculdade. E ainda têm aqueles que querem ser dentistas no exterior – tema deste artigo. Portanto, saiba aqui como ser dentista fora do Brasil e tenha uma boa leitura!

Quando você conclui o curso, o diploma é válido em todo o território nacional. Para reconhecê-lo em outro país, você passará por um processo junto ao Governo Federal e ao local de destino. As etapas variam de acordo com o país que deseja exercer a profissão. Mas, em suma, eles podem ser bem longos e até caros.

Em síntese, você deve buscar orientação e conferir todos os documentos necessários, conforme o país de destino. Além disso, dependendo do local, o dentista deve realizar prova de proficiência na língua em questão.

Portanto, se você ainda necessita se aprofundar no inglês ou alemão, o processo para chegar, de fato, na realização do sonho, pode demorar bastante tempo. Mas se esse é o seu desejo vá em frente!

Vale a pena?

Toda a experiência, quando vem para agregar, vale a pena. E ser dentista fora do Brasil não é diferente. Afinal, você terá contato com outras culturas que transformarão seu modo de ver o mundo. Não obstante, também terá a oportunidade de aperfeiçoar técnicas e conhecer novas soluções para a área. Em outro momento, explicamos como a tecnologia está revolucionando a Odontologia. Imagine-se fazendo parte dessa transformação na sua profissão. É bem possível quando se é dentista fora do Brasil. 😉

Como ser dentista em Portugal

O site Eurodicas compartilhou recentemente como ser dentista em Portugal. Trouxemos aqui para evidenciar que, embora burocrático como mencionamos anteriormente, ainda sim vale a pena.

O primeiro passo é encontrar uma Universidade de Portugal que oferte o curso de Odontologia com grade similar ao concluído por você no Brasil. Segundo o Eurodicas, isso facilita o processo de reconhecimento porque é feita uma equivalência de disciplinas.

Depois que você encontrar a Universidade, deve abrir um pedido. Em Portugal, não existe diferença entre Bacharelado e Licenciatura. Lá todos os cursos superiores são Licenciaturas, sendo o número mínimo de horas curriculares exigidas é de 4.500.

Provavelmente, dependendo da Universidade, você fará uma prova para avaliar seus conhecimentos. Eventualmente esse pode ser o seu caso e, portanto, deve haver um preparo. Conforme o Eurodicas, a média é de 200 questões para apenas 3h. Não é fácil! Em outros casos, também pode ser exigido um trabalho de conclusão de curso ou que você ainda curse alguma disciplina, caso tenha diferenças entre a grade curricular do Brasil e de Portugal.

Assim como no Brasil, o mercado de trabalho para dentistas em Portugal também cresce. De acordo com a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), em 2018 o país superou os 10 mil dentistas. Esse número representa um profissional para cada 1,058 pessoas.

Conclusão

Nesse artigo soubemos melhor como ser dentista fora do Brasil. Vimos que não é fácil porque ainda há muita burocracia. O processo também é bem longo e você deve considerá-lo como um projeto a longo prazo. Mas, se esse é o seu sonho, siga! Porque vale a pena e sua bagagem ficará ainda mais repleta de conhecimentos e experiências.

You May Also Like

About the Author: Maria Carolina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *