Biossegurança na odontologia: um guia para dentistas e consultórios

Biossegurança na odontologia: um guia para dentistas e consultórios

A biossegurança na odontologia envolve uma série de ações preventivas em relação ao ambiente e a equipe de profissionais para garantir um atendimento odontológico satisfatório e seguro. 

A odontologia é uma das profissões da saúde mais afetadas por microrganismos, como vírus e bactérias, devido ao contato direto com a cavidade oral dos pacientes e a disseminação de aerossóis durante a consulta.

Você tem cuidado da biossegurança na sua clínica ou consultório? No texto de hoje do blog do Codental, preparamos um guia para te ajudar a promover um ambiente mais seguro. Confira!

O que é biossegurança na odontologia?

Em resumo, biossegurança é o conjunto de ações de prevenção e eliminação dos riscos inerentes à execução de uma atividade, a fim de preservar a saúde e segurança do profissional, da sua equipe e dos pacientes.  

Dessa forma, a biossegurança na odontologia tem como objetivo estruturar e aplicar procedimentos dentro da clínica ou consultório odontológico para combater microrganismos que proliferam no ambiente e são responsáveis por patologias como gripes, resfriados e até problemas mais graves. 

Além disso, os profissionais de odontologia e os auxiliares trabalham a uma curta distância do paciente, com chances de entrar em contato com a saliva e sangue de um indivíduo infectado por algo, mas sem sintomas aparentes.

Por isso, os procedimentos de biossegurança envolvem a aplicação de estratégias para a prevenção de agentes infecciosos e mais saúde para todos.

A importância da biossegurança na odontologia

A biossegurança tem um papel fundamental nas clínicas e consultórios odontológicos, pois o ambiente tem um risco de contaminação por agentes nocivos à saúde das pessoas, especialmente a dos profissionais.

Além disso, o uso de instrumentos médicos cortantes aumentam os fatores de risco para o profissional que entra em contato com o sangue do paciente, bem como a proximidade inevitável durante os procedimentos.

Assim, algumas práticas consideradas simples, como higienizar as mãos e realizar o descarte correto de materiais, se tornam essenciais para o cuidado com a biossegurança na odontologia.  

A seguir, listamos alguns cuidados cruciais para implantar uma boa estratégia de biossegurança em sua clínica ou consultório.

Procedimentos de biossegurança na odontologia

1. Uso de equipamentos de proteção individual (EPI’s)

A princípio, os EPI ‘s são itens destinados à proteção de riscos à saúde e segurança do trabalhador. 

Nesse contexto, os equipamentos para os profissionais da área da saúde são obrigatórios, uma vez que evitam o contato dos profissionais com microrganismos nocivos à saúde.  

No entanto, os itens devem ser utilizados apenas no local de atendimento, evitando a contaminação de outros espaços e de terceiros (ou por eles).

Entre os principais EPI’s para a área de odontologia, destacamos:

  • Luvas descartáveis – evita que o profissional entre em contato com saliva, sangue e outros agentes de contaminação;
  • Máscaras – protege a região do nariz e da boca contra micropartículas do paciente;
  • Gorro – impede que o couro cabeludo e as orelhas fiquem expostos a gotículas e aerossóis;
  • Jaleco – protege o profissional da saúde de contaminação por agentes infecciosos do paciente ou no ambiente;
  • Óculos de segurança – impede o contato de aerossóis e gotículas com os olhos;
  • Calçados – deve ser fechado e antiderrapante para proteger os pés contra choques, impacto de queda de objeto, respingos de produtos químicos, etc.

2. Higienização dos instrumentos

Além de serem continuamente utilizados pelos dentistas, os instrumentos, equipamentos e produtos devem ser higienizados ao fim de cada consulta para evitar a contaminação cruzada entre os pacientes e a equipe.

Por isso, o cuidado com a limpeza, desinfecção e esterilização de todos os itens utilizados no atendimento odontológico é um ponto essencial para a biossegurança na odontologia:

  1. Limpeza: é o primeiro passo da higienização, o foco é remover a sujeira acumulada nos equipamentos.
  2. Desinfecção: em seguida, o objetivo da etapa de desinfecção é reduzir a quantidade de microrganismos no instrumento de forma que ele possa ser utilizado sem riscos pelo próximo paciente.
  3. Esterilização:  essa etapa é considerada fundamental quando o instrumento cirúrgico entrou em contato com sangue ou outros fluidos do paciente. Assim, o cuidado e atenção com a higienização deve ser maior, a fim de evitar a contaminação pelos instrumentos. 

3. Imunização

Uma vez que os profissionais da saúde, inclusive da área de odontologia, estão em contato direto com os pacientes, eles devem ter a sua carteira de imunização em dia.

Segundo a ANVISA, as vacinas mais importantes para os profissionais de Odontologia são: 

  •  Hepatite B;
  •  Influenza (Gripe);
  •  Febre Amarela;
  •  Tríplice Viral – contra Sarampo, Caxumba e Rubéola ;
  •  BCG – ID – contra a Tuberculose;
  •  Dupla Adulto – contra Tétano e Difteria.

De acordo com o documento, as vacinas devem ser preferencialmente administradas nos serviços públicos de saúde ou na rede credenciada para a garantia do esquema vacinal, do lote e da conservação adequada. 

Em sua maioria, as vacinas são aplicadas ainda na infância e adolescência. No entanto, o acompanhamento pelos profissionais de saúde deve ser frequente para garantir a sua plena saúde, bem como da sua equipe e pacientes.

Seguindo essas dicas de biossegurança na odontologia, você oferece muito mais segurança e bem-estar para todos envolvidos com sua clínica ou consultório.

Uma dica simples e que pode aprimorar o cuidado e atenção à saúde de cada paciente é o uso de um software odontológico.

Com o Codental, você tem acesso a anamnese e todas as informações do paciente em um único lugar. 

Dessa forma, você consegue oferecer um atendimento personalizado e gerir melhor o tempo da sua consulta preparando os instrumentos e equipamentos para um paciente que demande um cuidado especial. 

Estamos à disposição para bater um papo e explicar como o nosso software odontológico pode otimizar o seu dia. Agende sua conversa com a gente ou comece o seu teste grátis por 7 dias

Banner no artigo "Biossegurança na odontologia" para teste gratuito

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *