5 passos para tornar a experiência do paciente mais agradável

Sorriso no rosto, saudação e um rápido atendimento são regras fundamentais de relacionamento com os pacientes. No entanto, em um mercado altamente competitivo como o da Odontologia, nunca foi tão importante proporcionar além do básico. Neste momento, o verbo encantar deve ser parte das intenções da marca.

Na assistência médica, a relação inicia no agendamento da consulta, via internet ou telefone, posteriormente na recepção, sala de espera e, por fim, atendimento com o profissional. A forma que o cliente passa pelos processos constrói a percepção sobre o local, impactando na satisfação e envolvimento no próprio tratamento. Como consequência haverá melhora na imagem da clínica, o que fideliza pacientes.

Portanto, os serviços prestados devem estar alinhados aos interesses e preferências do público-alvo. Para isso, além da equipe fornecer uma excelente proximidade, também é indispensável que o dentista tenha postura ética e empática. Seja na pré ou pós-venda, como mencionamos, o caminho precisa seguir a cultura da comunicação, assegurando os detalhes, pois são eles que fazem a diferença.

Neste sentido, o Codental preparou uma lista de cinco passos para auxiliar você na jornada de conquista. Confira:

  1. Ambiente: o consultório deve ser aconchegante e ganhar cores mais claras para transmitir harmonia e serenidade (azul) ou tranquilidade e sossego (ciano). Usar aromatizadores suaves e cadeiras confortáveis também auxiliam a boa experiência. Sobre os assentos, vale alertar que os mais baixos ou macios demais prejudicam pacientes idosos.
  2. Música: após organizar o espaço, é hora de pensar no tempo que seus clientes passarão aguardando o chamamento. Obviamente, o momento não é bem aceito pelas pessoas, mas para amenizar isto, você pode escolher uma trilha sonora suave e que contemple vários gostos. Sugerimos que evite o uso de televisões como passatempo, pois o noticiário pode causar ainda mais estresse.
  3. Possibilidade de conexão Wi-Fi: enquanto o paciente aproveita o ambiente tranquilo ao som de uma canção agradável, ele também pode usufruir de internet. Os consumidores modernos valorizam um lugar que tenha conexão, seja para checar os e-mails ou rolar o feed. A iniciativa é muito positiva, pois demonstra que a clínica se preocupa em não interferir na rotina da pessoa.
  4. Serviço de copa: nada como estar em um local com música e Wi-Fi para (quase) esquecer que precisa de orientações médicas. Para o momento ficar ainda melhor, você pode oferecer água e chá. Portanto, deixe disponível em sua clínica uma mesa de fácil acesso com bebidas quentes e geladas para o paciente se sentir em casa.
  5. Acessibilidade: por último, mas igualmente necessário, para que todos possam usufruir destas experiências, ao planejar a arquitetura de sua clínica, não esqueça daqueles que se locomovem com cadeiras de rodas ou muletas. Tenha rampas de acesso, corredores amplos e com corrimãos, sinalização de fluxo no chão e cadeiras maiores para obesos. Se o terreno permitir, calcule também um estacionamento privativo, pois isso somará quando o paciente precisar escolher o melhor local da cidade.

You May Also Like

About the Author: Maria Carolina